"Minha mente está cheia e eu estou transbordando" [Ira!]
"Acho que mais me imagino do que sou, ou o que sou não cabe no que consigo ser." [Ferreira Gullar]
"Quem fala em flor não diz tudo. Quem fala em dor diz demais. O poeta se torna mudo sem as palavras reais." [Ferreira Gullar]


- Não importa se é sem sentido, não importa se é sem significado. O importante é que escrevo e assim alivio. Seja bem-vindo ao meu mundo e voe por meus versos! Dê os devidos créditos e assim terá um mundo inteiro de palavras onde viver. Esse é meu mundo e se quiser fazer parte dele é só me seguir...

15 de novembro de 2009

Novamente...

Foi tudo tão de repente, nunca imaginei que ouviria aquelas palavras de você... Nunca imaginei que pudesse sentir algo por mim.
Mas não quero tomar nenhuma decisão agora, já tive meu coração ferido mais uma vez... E é muito recente.
Só que parece que quando temos uma decepção muito forte, e alguém diz que gosta mesmo de nós, e quando sentimos ser verdade, largamos a dor de lado, a insegurança e a promessa de não se envolver mais com ninguém...
Largamos tudo só pra ir em busca da nossa felicidade, da nossa ponta de paraíso.
E eu, mais uma vez cometo a loucura de querer ir em busca de um amor... Talvez um dia eu o consiga, quem sabe, não agora?
Já não tenho mais nada a perder.
Sabe, meu coração me diz para tentar outra vez enquanto minha razão diz para ser cautelosa, mas também não me nega tal possibilidade de ir em busca desse "romance"... Porque talvez eu tenha achado um sentimento singelo e doce como sempre descrevi, livre de paixões fervorosas e malícias no olhar... Porque talvez eu tenha encontrado um pouco daquilo com o qual sempre sonhei pra mim... Um amor puro e inocente... O Primeiro Amor que eu gostaria de ter sentido e correspondido.

3 comentários:

  1. Ei! vai fundo...

    melhor do que se arrepender depois...
    não deixa o passado te impedir de viver o presente...
    ^^

    Fui!!
    o/

    ResponderExcluir
  2. Hey Angel,

    quando nos trancamos... sabe o que nos tornamos? Criaturas amargas e decadentes... justamente aquilo que desprezamos... porque quem já sofreu por amor... despreza a indiferença, a traição, o despeito... a conduta de quem o feriu... mas se fizer trancar-se em si mesmo... será igual a quem o machucou... Sim, porque apenas a amargura e a capacidade de ser egoisticamente cético levam uma pessoa a desprezar com indiferença quem o ama... a lhe trair por exemplo... E pôxa... a vida passa depressa demais para que deixemos de viver intensamente... principalmente os amores... Isso pode soar clichê, mas em geral, os clichês são verdades incontestáveis... Sorte e Sabedoria na sua decisão.

    Abraços.
    Dean.

    ResponderExcluir

Diga o que achou de meus escritos... Caso deseje dizer algo mais, mande um e-mail para: laura.ske@hotmail.com
Agradeço pela visita, volte sempre ^^